Fundação MT

Evento técnico apresenta resultados de pesquisas e contribui para melhoria da produção agrícola

Há dezoito anos a Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, realiza o Encontro Técnico que tem como objetivo apresentar os resultados de pesquisa, dialogar sobre o panorama agrícola, debater as questões que ocorrem na lavoura, divulgar conhecimentos e trocar experiências sobre a sojicultora.

Para esta edição “O tempo em movimento” é o slogan escolhido e a ampulheta o símbolo do evento de 2018. Ambos fazem alusão a dinâmica da agricultura, as transformações e a evolução da atividade agrícola.

Os mais de 300 participantes do evento, que acontece desde quarta (16) em Cuiabá/MT, são convidados a pensarem sobre o papel do tempo na lavoura e também a refletirem nos seguintes questionamentos: Você já parou para pensar no futuro da sua lavoura? Ações realizadas hoje que refletirão no futuro? Nas tecnologias que estão chegando no mercado? Quais decisões tomadas ao longo do tempo que impactam nos resultados?

 “São perguntas que devem permear todas as etapas da produção agrícola. São questões que ajudam a tomar decisões mais assertivas, que amenizam os riscos da atividade e podem contribuir com o aumento da produção de forma mais eficaz e mais sustentável”, afirma Leandro Zancanaro, gestor de Pesquisa da Fundação MT.

A programação do Encontro Técnico, com temas variados, com presença de especialistas de renome nacional e internacional, com espaços para debates e também para perguntas, possibilita que os participantes saiam do evento com respostas mais elaboradas paras os questionamentos.

“O Encontro Técnico da Fundação MT é um marco na empresa em que trabalho. Muitas decisões são tomadas depois do evento e outras são ajustadas de acordo com as informações que foram repassadas pelos palestrantes”, declara Mariana Vilela, engenheira agrônoma que há mais de cinco anos participa do evento.

Obter informação com precisão é uma das principais características do Encontro Técnico. Para os participantes, o acesso aos mais recentes resultados de pesquisa é, sem dúvida, o diferencial para quem está no evento. “É uma oportunidade única poder receber conhecimento atual com muita clareza, coesão e objetividade. O Encontro Técnico é um evento muito importante para o produtor se manter competitivo em um mercado que é dinâmico e depende de muitos fatores”, aponta Daniel Latorraca, Superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola (IMEA).

Para quem participou de todas as edições do evento, obtenção de conhecimento e troca de informação são as principais características do Encontro Técnico. “A Fundação MT disponibiliza os resultados de pesquisa, agrega com o trabalho dos profissionais envolvidos com a agricultura, contribui com os avanços tecnológicos e com o sistema de produção”, declara Roseli Giachini, produtora rural e engenheira agrônoma.

Outro engenheiro agrônomo que participa todos os anos do evento é Alexandre Possebom, que atualmente é Secretário Adjunto de Agricultura do Governo de MT. “Todos vem em busca de informações tecnológicas. E todos recebem com muita maestria. O Encontro Técnico canaliza o trabalho que a Fundação MT desenvolve há muitos anos. Não é à toa que é um evento de muita representatividade. Todos da cadeia produtiva marcam presença nesse evento”.

O XVIII Encontro Técnico acontecerá até sexta-feira (18), no Hotel Gran Odara, em Cuiabá/MT.